Ensaios in Vitro

O CIEnP oferece estudos em cultura de células primárias e imortalizadas. Nossa equipe científica provê uma grande variedade de ensaios validados, bem como, suporte ao desenvolvimento de produtos, atuando em conjunto com o patrocinador para seleção do estudo apropriado para a proposta.

 
 

Alguns dos Sistemas celulares
oferecidos:
Técnicas Ex vivo
(*derivados celulares)
Células murinas primárias Viabilidade celular Células do lavado bronqueolar
Carcinoma de Pâncreas – Mia-PaCa-2; Citotoxicidade Macrófagos
Glioblastoma – U87-MG Apoptose Esplenócitos
Adenocarcinoma de mama – MCF-7 Ciclo celular Linfócitos
Carcinoma de próstata – LNCap Ensaio clonogênico Hepatócitos
Carcinoma de pulmão – A549 Biomarcadores (PCR quantitative ou ELISA)
Adenocarcinoma colorretal – Caco-2 Proliferação celular
Linfoblastos – TK-6 Estimulação/ativação celular
Queratinócitos Migração/invasão celular
Fibroblastos Fenotipagem imuno e celular (citrometria de fluxo)
Melanócitos Potencial de membrana mitocondrial

*Análises ex vivo podem ser realizadas em células isoladas de animais envolvidos nos estudos pré-clínicos.

A lista citada acima é apenas um exemplo dos ensaios disponíveis. Contate nossa equipe hoje para discutir ensaios específicos de acordo com a necessidade do seu desenvolvimento.

Teste in vitro de liberação de fármaco/ativo cosmético

O teste de liberação de fármacos/ativos cosméticos consiste na avaliação da liberação do princípio ativo de uma formulação tópica utilizando um Sistema de Difusão Vertical (Célula de Franz) equipado com uma membrana sintética adequada. Este teste é frequentemente utilizado para garantir a qualidade e o desempenho do produto ao longo do tempo e/ou na presença de alterações no processo de produção. É realizado de acordo com o guia do FDA: FDA Guidance for Industry: Nonsterile Semisolid Dosage Forms; Scale-Up and Postapproval Changes: Chemistry, Manufacturing, and Controls; In Vitro Release Testing and In Vivo Bioequivalence Documentation, May 1997.

Permeação cutânea in vitro

Consiste em avaliar a absorção cutânea após a exposição tópica de fármacos/ativos cosméticos ou produtos acabados (medicamentos ou cosméticos). O teste de absorção cutânea no CIEnP é realizado em fragmentos de pele humana utilizando um Sistema de Difusão Vertical (célula de Franz). O teste de absorção cutânea pode ser realizado com diferentes apresentações farmacêuticas, como líquidas, sólidas, semissólidas, pastas, géis e cremes. O teste é realizado de acordo com o guia internacional da OECD N° 428 e o suprimento e o uso de tecido humano estão em plena conformidade com as orientações éticas nacionais.