Cosméticos

O CIEnP oferece diferentes ensaios para avaliar ingredientes utilizados em produtos cosméticos quanto a sua segurança eficácia. Algumas vezes, a simples utilização de métodos baseados em monocamadas celulares apresentam excelente custo-benefício e podem funcionar como ponto de partida. Outros MÉTODOS ALTERNATIVOS AO USO DE ANIMAIS, podem ser utilizados e são o foco deste setor que não utiliza modelos animais para a condução das suas pesquisas.

Testes oferecidos:

Teste in vitro de liberação de fármaco/ativo cosmético

O teste de liberação de fármacos/ativos cosméticos consiste na avaliação da liberação do princípio ativo de uma formulação tópica utilizando um Sistema de Difusão Vertical (Célula de Franz) equipado com uma membrana sintética adequada. Este teste é frequentemente utilizado para garantir a qualidade e o desempenho do produto ao longo do tempo e/ou na presença de alterações no processo de produção. É realizado de acordo com o guia do FDA: FDA Guidance for Industry: Nonsterile Semisolid Dosage Forms; Scale-Up and Postapproval Changes: Chemistry, Manufacturing, and Controls; In Vitro Release Testing and In Vivo Bioequivalence Documentation, May 1997.

Permeação cutânea in vitro

Consiste em avaliar a absorção cutânea após a exposição tópica de fármacos/ativos cosméticos ou produtos acabados (medicamentos ou cosméticos). O teste de absorção cutânea no CIEnP é realizado em fragmentos de pele humana utilizando um Sistema de Difusão Vertical (célula de Franz). O teste de absorção cutânea pode ser realizado com diferentes apresentações farmacêuticas, como líquidas, sólidas, semissólidas, pastas, géis e cremes. O teste é realizado de acordo com o guia internacional da OECD N° 428 e o suprimento e o uso de tecido humano estão em plena conformidade com as orientações éticas nacionais.

  Toxicidade

Os testes de citotoxicidade avaliam o potencial irritativo sobre cultura de células humanas ou murinas. É o primeiro teste realizado para prover informações confiáveis sobre a segurança de cosméticos e produtos químicos. Os efeitos tóxicos em nível celular podem ser identificados por diferentes testes de viabilidade incluindo:

  • Captação de vermelho neutro;
  • Ensaio do MTT;
  • Anexina V (apoptose)
  • 7-AAD (apoptose x necrose)
Testes de eficácia in vitro para a avaliação de cosméticos e ingredientes:

  Anti-envelhecimento

  • Avaliação dos níveis de espécies reativas de oxigênio (EROs);
  • Avaliação dos níveis de glutationa;
  • Ensaio da peroxidação lipídica;
  • Proliferação cellular;
  • Regulação do ciclo celular;
  • Avaliação da matrix extracelular e metaloproteinases;

  Efeito hidratante

  • Determinação de ácido hialuronico e atividade da hialuronidase;
  • Expressão de Aquaporina;

  Efeito revitalizante

  • Ensaio da proliferação celular;
  • Ensaio da migração celular;
  • Determinação do ácido hialurônico e outras proteínas de matriz;
  • Determinação do ATP;
  • Medida da atividade metabólica;

  Efeito Calmante

  • Avaliação da produção/liberação de citocinas (IL-1β, IL-6, IL-8, TNF-α);
  • Quantificação de PGE-2;

  Reparo da pele

  • Expressão e atividade de Metaloproteinases de Matriz;
  • Cicatrização in vitro (queratinócitos);
  • Migração celular e ensaio da proliferação;

  Efeito Anti-oxidante

  • Determinação intracelular de espécies reativas de oxigênio;
  • Avaliação dos níveis de glutationa;
  • Ensaio da peroxidação lipídica;
  • Ensaio de DPPH;

  Firmeza

  • Quantificação de colágeno;
  • Quantificação de elastina;
  • Quantificação de fibronectina;
  • Avaliação da matrix extracelular e metaloproteinases
  • Ensaio de proliferação celular;

  Pigmentação da pele

  • Expressão de TRP-1, TRP-2, MC1R e MITF
  • Atividade da tirosinase
  • Melanogênese

Técnicas

  • Western blotting;
  • PCR em tempo real;
  • Ensaios colorimétricos;
  • Ensaios enzimáticos;
  • Imunocitoquímica;
  • imunofluorescência;
  • Citometria de fluxo;

Métodos alternativos

Com o objetivo de se adequar ao programa de redução, refinamento e substituição (3Rs), o CIEnP, além dos ensaios in vitro de Genotoxicidade e cultura celular, possui um setor dedicado à padronização de Métodos Alternativos que tem como objetivo a implementação de metodologias alternativas ao uso de animais, em consonância com os guias internacionais. Atualmente o CIEnP é um dos Laboratórios Associados da Rede Nacional de Métodos Alternativos ao uso de animais (RENAMA), que tem como principal objetivo promover o desenvolvimento, a validação e a certificação de novos métodos alternativos ao uso de animais.